terça-feira, 18 de julho de 2017

Gratitude


Encasquetei com uma palavra há alguns dias: Gratitude. A tradução dela para o Português é Gratidão. Mas não sei por que, a versão inglesa me agrada mais.
Gratidão é você agradecer todos os dias pelas bênçãos que você recebe, desde as mais simples. Gratitude, embora signifique a mesma coisa, me lembra a junção de Gratidão com Atitude. E isso é bem diferente.
Falar, orar, meditar para agradecer muitos fazem, mas quando termina aquele momento, a vida volta a ser como antes. Ter a atitude de gratidão é viver de outra forma. É dar valor, com atitudes, a tudo o que você recebe de bom.
Como? É saborear seu almoço quentinho e oferecer um pedaço, é sentir o cheiro de café fresco e levar uma xícara para o colega que trabalha do seu lado, é se enrolar nas cobertas numa noite fria e cobrir seu par para protege-lo do frio, é ligar para alguém que você ama só para dar notícias, é dar uma palavra de conforto a quem precisa, é ser gentil com quem você não conhece, é calar em vez de fofocar, é respirar profundamente e sentir-se grato pela vida, é encarar um desafio no trabalho com boa vontade e determinação, é ler um trecho de um livro que você gosta e aprender algo pra vida, é colocar em prática seus dons – cozinhar, escrever, costurar, ensinar – e compartilhá-los com alguém, é dar um abraço em alguém que é importante para você, é exercitar a compreensão com atitudes incompreensíveis de outrem, é tomar um bom banho e uma dose de coragem para ganhar o mundo com alegria todas as manhãs, é usar sua melhor roupa e seu melhor perfume celebrando a vida, é fazer algo que você acredita, é fazer uma boa ação, é buscar evoluir através de gestos e atitudes. Perceba que em nenhuma dessas ações eu citei a palavra obrigado. O agradecimento veio por meio de atitudes: “Gratitude”.
O agradecimento não deve ser só falado, ele pode ser vivenciado, realizado. Claro que falar é muito importante, pois é através da fala que nos expressamos e através das orações, que refletimos e meditamos. Mas todas as palavras ditas e pensadas podem ir por água abaixo se não as vivenciamos em sua plenitude, se não as praticamos no nosso dia a dia. As palavras ditas perdem seu valor se simplesmente levamos uma vida omissa.
Há um profeta que vivenciou a Gratitude (na minha tradução) de uma forma ímpar: Jesus Cristo. Ele pregava, ele meditava, ele falava com todos. Mas ele não ficou somente nas palavras. Ele curava, ele fazia milagres, ele dava exemplos com suas ações, ele abria mão das coisas para ensinar o verdadeiro amor, ele respeitava a todos (até mesmo quem queria seu mal), ele agia em nome do bem e pelo bem. Ele foi grato por cada minuto de vida e por isso, nos ensinou a coisa mais valiosa que existe: o amor é grandioso. E ele era grato por conhecer o verdadeiro amor em sua plenitude, que nós chamamos de Deus. De Força Superior. De Arquiteto do Universo. De Bondade. De Deusa Mãe. De muitos nomes, mas todos significando a mesma coisa.
A atitude de ser grato extrapola as palavras. Para agir com Gratidão é preciso Coragem de fazer a diferença. Pessoas que agem com Gratidão são fortes – por isso são verdadeiramente especiais.

Daniele Van-Lume Simões    18 de julho de 2017


Nenhum comentário:

Postar um comentário